Pages

Subscribe:

domingo, 16 de agosto de 2009

Comandos básicos do VIM

São algumas das opções deste aplicativo
-b : permite editar arquivo binário.
-h : exibe opções do aplicativo.
+n : inicializa o cursor na n-ésima linha.
-r : recupera a última versão do arquivo (o arquivo estava sendo editado quando o vim foi encerrado de forma não normal, por exemplo, devido a falta de energia elétrica).
-R : abre arquivo apenas para leitura.
Observações
O vim (VI Improvement) é uma melhoria do antigo editor de texto vi. Este por sua vez é uma melhoria do editor de texto orientado a linha chamado ed. Existe também uma versão do vim para ambiente X chamada gvim.
O vim possui três formas de trabalho: modo de linha, modo de edição e modo de comandos. A mudança de um modo para outro modo é feita através do uso da tecla Esc.
Após o arquivo ser aberto pelo vim, o modo de comandos é ativado. No modo de comandos, as teclas digitadas pelo usuário são interpretadas pelo vim como ações a serem executadas dentro do arquivo aberto. No modo de edição, as teclas digitadas pelo usuário são ecoadas na tela. Para entrar neste modo, pode-se digitar, por exemplo, "a" (adicionar), "i" (incluir),etc. No modo de linha, o usuário define ações a serem executadas no arquivo como um todo (por exemplo, salvar, substituir caracteres, sair do aplicativo, etc). Para entrar neste modo, deve-se digitar ":".
São alguns dos comandos do vim no modo de comandos
0 : mover o cursor para o início da linha em que o cursor está posicionado.
a : inserir texto após a posição atual do cursor.
A : inserir texto no final da linha atual.
dd : deletar linha atual.
[n]+dd : deletar n linhas a partir da linha atual.
G : ir para o fim do arquivo.
[n]+G : ir para a n-ésima linha do arquivo.
h : voltar um caractere.
H : ir para a primeira linha exibida na tela atual.
i : inserir texto a partir da posição atual do cursor.
I : inserir texto no início da linha atual.
j : descer uma linha.
J : juntar a linha atual com a linha seguinte.
[n]+J : juntar n linhas consecutivas a partir da linha atual.
k : subir uma linha.
l : avançar um caractere.
L : ir para a última linha exibida na tela atual.
n : procurar, a partir da posição atual do cursor, a próxima ocorrência do texto definido no último comando /.
N : procurar, a partir da posição atual do cursor e indo em direção ao início do arquivo, a próxima ocorrência do texto definido no último comando /.
o : inserir uma linha em branco após a linha atual.
O : inserir uma linha em branco acima da linha atual.
p : inserir linhas copiadas após a linha atual.
P : inserir linhas copiadas antes da linha atual.
r : substituir o caractere atual.
R : substituir um conjunto de caracteres.
s : deletar o caractere atual e inserir texto.
S : apagar linha e inserir novo texto na linha.
u : desfazer a última alteração feita no texto e ainda não desfeita.
U : desfazer a última alteração feita no texto.
x : apagar caractere onde o cursor está posicionado.
$ : mover o cursor para o fim da linha em que o cursor está posicionado.
[n]+y : copiar n linhas a partir da linha atual.
yy : copiar a linha atual.
[n]+Y : copiar n linhas a partir da linha atual.
YY : copiar a linha atual.
CTRL+B : voltar uma página.
CTRL+F : avançar uma página.
F1 : exibir tela de ajuda.
[n]+ENTER : ir para n linhas abaixo da linha atual.
[n]+. : repetir o último comando que alterou o texto n vezes a partir da posição atual do cursor.
[n]+~+ENTER : inverter a caixa (case) dos n caracteres seguintes ao cursor.
/texto : procurar pela primeira ocorrência do texto especificado a partir da posição atual do cursor.
São alguns dos comandos do vim no modo de linha
:r arquivo : incluir arquivo a partir da linha atual do cursor.
:q+ENTER : sair da tela de ajuda.
:q! : sair do vim sem salvar as alterações.
:w arquivo : salvar arquivo com o nome especificado.
:wq : sair do vim salvando as alterações.
:X : criptografa o arquivo.

0 comentários: